Sunday, 28 July 2013

O Nome de Deus

O nome de Deus (a sua pretensa identidade) é o designativo de uma força suprema que só é suprema face à nossa pequenez e fragilidade. Deus apenas é concebível na medida em que nós, seres humanos, somos pequenos e frágeis. Assim sendo, é relativa a sua supremacia: não conhecidamente absoluta, porque não absolutamente conhecida. Há esta força maior que da Natureza projectamos àquilo a que chamamos Existência, pela qual só poderei sentir admiração, como perante imane objecto de arte, e nunca temor moral, apenas mortal; ou seja, o único temor só se pode dever à minha finitude enquanto existência particular consciente de si, de que vive e existe e não quer o fim.

No comments:

Post a Comment